01princ_csabrasilia

Da Cultura do Preço para a Cultura do Apreço

Na CSA a agricultura é apoiada pela comunidade. O agricultor deixa de vender seus produtos através de intermediarios e também conta com a participação das pessoas para a organização e financiamento da sua produção. Quem escolhe fazer parte  de uma CSA deixa de ser um consumidor e torna-se um co-agricultor.

02princ_csabrasilia

Confiança entre Agricultores e Co-agricultores
Para criar uma CSA é preciso estabelecer relações de confiança. O agricultor apresenta todas as informações sobre os seus custos e meios de produção e a comunidade assume o compromisso de financiamento, pagando antecipadamente pelos alimentos que serão produzidos. O período mínimo de compromisso costuma ser de 6 meses.

03princ_csabrasilia

Ponto de Convivência

Os alimentos são distribuídos entre os membros da comunidade entregues em Pontos de Convivência próximos às suas residências, semanalmente. Os co-agricultores são responsáveis pelo recolhimento de seus produtos de acordo com o número de cotas que possuem. Uma cota prevê aproximadamente 10 ítens de verduras, frutas e legumes.

04princ_csabrasilia

Redução do Desperdício

Evitamos o uso de embalagens e tudo que foi colhido já está pago  e é destinado aos co-agricultores! Na CSA não há atravessadores ou o risco de não escoamento da produção. O agricultor tem mais segurança que a sua produção tem destino certo e pode se dedicar à terra com mais alegria e satisfação.

06princ_csabrasilia

Respeito à Sazonalidade da Produção
Na CSA os co-agricultores são estimulados a respeitar a sazonalidade da produção natural, conhecendo mais de perto o ciclo de plantio e colheita dos seus alimentos. Dessa forma passam a programar suas refeições a partir do que a terra está oferecendo em cada período, compartilham receitas novas e aprendem novos sabores.

05princ_csabrasilia

Fundo de Reserva
Os co-agricultores contribuem mensalmente para um fundo de reserva da própria comunidade. O fundo é utilizado para situações de emergência de possíveis intercorrências na produção (falta de água, excesso de chuvas, entre outros). A comunidade compartilha os riscos de produção e também apóia na criação de soluções participando da tomada de decisões de como investir os recursos.


 

Anúncios